Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

24.11.09

31 anos


Márcio Branco

Hoje celebro mais um aniversário e como é hábito neste dia não trabalho :-) Este hábito começou à uns bons anos atrás e até agora tenho contado com a benevolencia da entidade patronal que me permitido continuar com a tradição (ou pede-se folga ou então contabiliza-se como dia de férias, basicamente o importante é trabalhar no dia de hoje!!).

E o ritual é o seguinte:

Levanto-me por volta das 9h30 ou 10h, vou à padaria comprar uns croissantes e aproveito para comprar uns jornais.

Regresso a casa e preparo um sumo de laranja natural e ligo a Nespresso (não sei se já vos tinha dito mas sou viciado em café).

Depois serenamente tomo o pequeno almoço e leio os jornais e começo a pensar numa prendinha para eu me oferecer a mim mesmo (quase que aposto que vou comprar livros!!)

Faço aqui uma pausa para explicar que por vezes tenho a sorte do meu dia de anos coincidir com os dias de descanso semanal da minha esposa e aí este ritual ainda fica melhor, porque para além de preparar um bom pequeno almoço para os dois posso depois passar a manhã a namorar com a minha esposa e a fazermos planos para o resto do dia.

Mas hoje não vai ser assim porque como sabem eu e a minha esposa abrimos recentemente uma loja de bijuteria e alguém tem que ir para a loja!!! (Hoje eu não faço nadinha!!!Eheheheheh!!!).

A minha vida tem sido muito positiva e mesmo olhando para trás e verificando todos os momentos menos bons foi também com eles que cresci e aprendi alguma coisa, logo, tudo contribuiu para a minha positividade de hoje e espero eu de amanha também :-)

Vou aproveitar este post para vos contar mais alguma coisa sobre mim (já sabem tanto mas nunca é demais!) e vou desta vez falar um pouco sobre a minha vida profissional.

Comecei a trabalhar aos 18 anos, estava na altura a repetir a disciplina de Latim do 12º ano, e o meu primeiro trabalho foi no Macdonald´s (foi uma experiencia muito positiva e ainda hoje guardo boas recordações e bons amigos) mas sobre o Macdonald´s falamos noutro post.

Hoje vou partilhar convosco um "emprego" que tive durante 5 dias (agora que recordo a experiencia registo também que trabalhei neste sitio de borla pois depois não passei por lá para ir receber os fantásticos 5 dias de trabalho!!!).

Então à uns bons anos atrás (cerca de 8 ou 9 anos) entrei na Universidade de Bragança, no curso de Educadores de Infância mas como o curso não era do meu agrado (na altura coloquei nas  5 primeiras opções os cursos que queria e em ultimo coloquei um que sabia que entrava mesmo!! E não é que entrei!!!) decidi não ir frequentar e esperar pelo ano lectivo seguinte para pedir transferencia para a Universidade do Minho.

Mas enquanto esperava era preciso arranjar uma ocupação (nunca tive feitio para não fazer nada) e uma pessoa amiga arranjou-me um lugar numa empresa de telecomunicações (TLCI, representante da TMN para a área de Braga) para a parte do armazém.

Não era um trabalho extraordinário mas era um trabalho e o que importa é ganhar a vida honestamente :-) Esta empresa estava a abrir os novos escritórios e por isso estavam a expandir-se para novas instalações, com escritórios, armazém, etc. Fui falar com o responsável e a conversa foi bastante curiosa:

R- Então o senhor entrou na Universidade?

M.B- Sim, mas entrei em Bragança e não me interessa ir, prefiro aguardar e pedir transferencia e é por isso que preciso de arranjar um trabalho, não gosto de ficar parado.

R- Claro mas é importante que tenha a noção de que as suas expectativas aqui na empresa não podem ser altas, porque apesar de ter entrado na Universidade o seu trabalho vai ser a trabalhar no armazém, vai ganhar 50 contos (ainda era a época dos escudos, estou mesmo velho!!) e é preciso que tenha noção disso, não pense que vai ser doutor!!!

M.B- Não me parece que tenha pedido um tratamento especial por ter entrado na Universidade, só se tiverem algum problema com isso, eu não tenho. Eu quero é trabalhar e se achar que eu sirvo eu começo quando quiser.

Comecei no dia seguinte (dia 1) e o trabalho não era complicado, entrava às 9 e a saída era às 18h. No armazém trabalhavam 2 pessoas e comigo 3, fazíamos a recepção dos telemoveis e outros equipamentos, organizavamos os espaço e faziamos também a saida dos equipamentos.

E o trabalho decorreu bem entre os dias 1 e 4 :-)

No quinto dia (sexta feira) sou chamado pelo responsável às 9h30 da manhã e sou informado que nesse dia vai ser a abertura daquele espaço à comunidade (com coktail, jornalistas, etc) e que era preciso que alguém fosse tomar conta do parque de estacionamento porque era preciso dar indicações aos convidados (e eu comecei logo a pensar o que é que eu tinha a ver com isso!!). Então ele manda-me para o parque de estacionamento tomar conta do parque e como eram 9h30 eu perguntei a que horas é que chegavam os convidados e ele diz-me que não sabe mas que era melhor eu ir organizando o parque de estacionamento.

Basicamente esteve das 9h30 às 17h30 no parque de estacionamento a fazer literalmente nada!!! O meu chefe de armazém a dada altura vem ter comigo e pergunta-me o que se passa e eu respondo que não sei, mas que alguém batia muito mal!!! (ehehehehhe, já naquela altura tinha um grande sentido de humor).

Por volta das 16h os funcionários foram todos dispensados para irem vestir-se para a gala dessa noite menos eu, que iria ser o arrumador de serviço (durante o dia todo em que estive de pé a olhar para os carros a passar, nenhum responsável se dirigiu a mim a explicar o que estava de facto a fazer!).

Os convidados começaram a chegar às 18h e o meu chefe de armazém chegou também e pediu-me que fosse a casa vestir-me porque fazia parte da equipa e que iria falar ao responsável que não é assim que se trata um funcionário.

Enquanto estava a ir para casa recebo uma chamada de um amigo de escola, que estava a abrir uma empresa de eventos e queria que eu fosse fazer um trabalho para ele (eu na minha adolescencia frequentei cursos de teatro e achava que a minha vocação era ser actor!!).

 Essa proposta chegou no momento certo e lá aceitei :-)

O Coktail correu muito bem e o responsavel nem se dignou a dirigir uma palavra à minha pessoa (fiquei depois a saber que o meu chefe de armazém foi falar com ele e lhe passou a má imagem da atitude dele para comigo). No dia seguinte fui falar com ele e informar que iria embora e obviamente que a reacção não foi a melhor:

R:  Eu já sabia que empregar universitários era sempre a mesma coisa, acham-se melhores que os outros, nada lhes interessa, Mas fica a saber que a palavra é o mais importante e isso vê-se que você não tem.

Pois é verdade, a culpa é dos universitários!!!!

Durante os 8 anos seguintes trabalhei para essa empresa de animação onde apresentava espectaculos por todo o país e fazia também espectaculos de magia e ilusionismo (um dia conto-vos essa experiencia).

Agora que já ficaram a saber um pouco mais sobre mim e sobre algumas das situações "engraçadas" da minha vida, despeço-me com um até breve :-)

Fiquem bem

02.08.07

E um pouco de signos :-)


Márcio Branco

Eu não sou um expert em signos, nem sequer domino a totalidade das informações que proliferam por aí sobre esta caracteristica humana que tanto nos marca mas vou percebendo um pouquinho :-) Principalmente sobre o meu signo, eheheheh, se não soubesse sobre o meu signo sobre os outros é que não iria saber mesmo!!!

Mas aproveito este espaço para fazer uma defesa nacional dos sagitários :-) Eu acho que os sagitários são muito mal conotados!!!!! Nas revistas da especialidade somos sempre conotados como uns grandes taradões sexuais, totalmente imprevisiveis, completamente desprovidos de sentido de fidelidade e muito aventureiros. Ou seja, existe uma campanha clara para denegrir a imagem do sagitariano masculino e isso não pode ser :-)

Como signo de fogo que é, é natural que seja mais intempestuoso, mais apressado, que queira viver o momento, que não diga que não a um desafio, que goste de arriscar e de aventura. Mas isto é num sentido lato, não quer dizer que depois na vida quotidiana sejamos assim, como qualquer outra pessoa, os condicionalismos sociais, educacionais e outros fazem com que cada pessoa seja um individuo completamente diferente.

Em termos de fidelidade, cada um fala por si, eu sou e muito :-) E outros serão também :-)

Claro que podemos falar em ascendentes, eu sou sagitario com ascendente em virgem.

Será a caracteristica de virgem que me torna diferente dos outros sagitarios???

Não me parece, eu acho que os sagitários são na sua maioria pessoas comunicativas, muito dinamicas e boas amigas :-) E um pouco de loucura nunca fez mal.

Mas aquilo que escrevem sobre o sagitário já faz parte de um enorme mito urbano :-) Que nos descreve um pouco levianamente.

A dizer verdade a única coisa que eu acredito do que leio sobre os sagitários é que de facto são bons amantes, bons companheiros quando encontram a pessoa certa e que em termos de entrega intima à parceira/o são dos melhores signos (isto como é uma boa coisa acho que vale a pena acreditar!!!!)

eehehehehe

Como estava a ler o meu signo, apeteceu-me partilhar convosco esta minha opinião sobre o que escrevem de nós (sagitários).

Fiquem bem e até breve,