Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

23.04.07

Cépticos e previsões/leituras erradas


tarotnet

Quer seja uma consulta presencial, pela internet, telefone, televisão ou rádio tem de verificar-se sempre duas condições: A primeira é que existe alguém que forneça esse serviço e e, segundo lugar, a condição mais importante, é que exista alguém que queira recorrer a esse serviço. Se estas duas condições existirem então poderemos passar para a fase seguinte que é a da consulta propriamente dita. Consulta essa que varia de tarólogo para tarólogo e de cliente para cliente. A atitude do tarólogo é muito importante, mas sobre isso já falei :-) Agora gostaria de mencionar a atitude do consultante, que tem um papel central em tudo isto, é para ele que a consulta é feita, é para ele que as leituras são feitas, é para ele que o tarot está a fazer previsões.

Com estes enfoques todos no consultante, acho que uma pessoa que seja ceptica e não dê valor às revelações do tarot nem deveria sequer recorrer a ele. Por vários motivos: primeiro porque irá dispender tempo, atenção e dinheiro numa consulta de tarot que não irá dar valor. Porque um céptico atribui sempre a informação obtida à obra da casualidade ou da coincidencia. O segundo aspecto é a própria informação obtida, se o cliente está céptico e com uma atitude de pouco interesse a própria tiragem fica prejudicada porque existe uma quebra de energias positivas e as informações serão pouco detalhadas e muito imprecisas.

Menciono isto, porque acho importante que o consultante saiba da importancia que tem numa consulta de tarot, ele não deve esperar que o tarólogo por algum acto de magia lance as cartas e saiba tudo sobre a vida do consultante. Se o consultante não colaborar o trabalho do tarólogo será desgastante porque irá tentar ao máximo obter informações do tarot e ele pouco ou nada irá dizer e depois o consultante céptico irá afirmar que a consulta de tarot não foi tão esclarecedora como pensava que iria ser, etc, etc.

Na verdade os cépticos não querem leituras esclarecedoras :-) Porque se quisessem teriam estado concentrados na consulta em vez de estarem a torcer para que nada se soubesse. Eu pela minha experiencia pessoal tenho tido casos destes, pessoas mais cépticas que por alguma razão recorrem aos meus serviços mas na verdade não o deveriam ter feito. Porque eu, nestes moldes, não os posso ajudar. Por exemplo, eu tenho peço para que me informem sobre o nome, a idade e o local de residencia e já aconteceu eu estar numa consulta e as informações obtidas estarem a ter algum desfazamento com a realidade em causa. Para meu espanto final o cliente tinha-me dado nome, idade e local de residencia falsos!!! Assim não é dificil, é impossivel :-)

Se não houver um pouco de colaboração do consultante o resultado final, em vez de ser uma experiencia enriquecedora, será sim uma sessão penosa de perca de tempo. E acho que sendo assim nem vale a pena tentarem recorrer ao tarot, se não acreditam não tem mal nenhum nisso, cada um deve valorizar os aspectos que achem serem importantes. Se não valorizarem o tarot não tem problema nenhum, o único aspecto negativo é quando tentam recorrer a ele sem acreditarem nas suas qualidades e vantagens.

Espero que o numero dos cépticos diminua ou então que quando queiram fazer uma sessão de tarot estejam preparados para se envolverem no processo e assim ficarem admirados com o potencial do tarot :-)