Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

31.05.07

Baralhos de tarot XXX


tarotnet

Como vos disse, existem numerosos baralhos de tarot, uns para fins de leituras e outros são claramente itens de colecção, peças que pessoas com interesse pessoal na tarologia adquirem para poderem ter na sua colecção privada.

Decerto os baralhos de tarot que apresento de seguida serão esse o caso. São baralhos de tarot que têm a particularidade de terem as figuras em poses eroticas, pessoalmente vejo com alguma dificuldade como se possa fazer uma leitura em condições com estes tarot´s. Não é que fosse fonte de distração, mas simplesmente porque existe um certo decoro e responsabilidade quando se faz uma sessão de tarot e seria no minino inconveniente e despropositado apresentar ao cliente um baralho com estas figuras. A não ser que estivessemos a fazer uma sessão de tarot em algum local onde este baralho estivesse em perfeita harmonia. De resto são sem dúvida belas peças de colecção e aqui ficam a sua visualização, para que possam ver a criatividade de alguns dos melhores criadores de tarot´s do mundo (os direitos de imagem destes baralhos não são meus e as mesmas foram encontradas durante uma pesquisa no motor de busca google):

 

 

29.05.07

Pior do que não ajudar nem fazer nada, é mesmo complicar.....


tarotnet

Hoje não vou escrever sobre oráculos milenares nem sobre civilizações que já sabemos que foram grandes e depois pereceram com o decorrer das voltas diárias do nosso planeta terra, durante séculos e séculos. Hoje escrevo sobre pequenas coisas que acontecem todos os dias, que estão neste momento a acontecer, na sua casa, num café, noutro país. Aquelas coisas que nos deixam a "moer" a cabeça.

Existem 3 tipos de pessoas: As que ajudam, as que não ajudam e as que complicam. Quero falar sobre este terceiro arquétipo de pessoa, as que sistemáticamente complicam. Para mim é justificavel que alguém possa não ajudar, depende da situação obviamente, mas não ajudar é uma opção válida. "Olhe, desculpe lá, mas não posso ajudar porque não sei ler em inglês"; "Amigo, agora não posso, não tenho tempo"; "Não dou moeda nenhuma, tive de trabalhar muito para a ganhar" e por aí fora..... Mas agora façam um exercicio mental e tentem encontrar exemplos de pessoas que simplesmente complicam a nossa vida, parece que têm prazer em fazer, estão destinados a complicar a vida de todos aqueles com quem se deparam.

Vou dar-vos um exemplo de algo que me aconteceu à muitos anos atrás (épa, isto já tem mesmo uns aninhos, estou a ficar velho!), fui com uns amigos a uma discoteca e não nos deixaram entrar. Segundo os seguranças era necessário ter o cartão da casa para entrar. Então perguntei como é que se podia adquirir o cartão da casa e a resposta não se fez esperar, "Para ter o cartão da casa é preciso entrar!".

Dilema complicado, queria entrar e não tinha cartão e para ter o cartão era preciso entrar!!

Este segurança apenas estava a complicar. E na altura como agora, tenho de combater estas pessoas complicadas. Na altura fui falar com o gerente e obtive o cartão da casa e depois nunca mais lá fui!!!

Mais recentemente surgiu na minha vida outra pessoa complicada, que também vai ser preciso ultrapassar. Como antes, agora também vai ser preciso perseverança e atitude positiva, mas como antes vai ser uma batalha ganha :-)

Façam o mesmo, abaixo as pessoas que complicam :-)!!!!!

 

28.05.07

Outros Oráculos na Grécia Antiga


tarotnet

Na Grécia antiga, o templo e o santuário onde havia oráculos eram os lugares onde os deuses comunicavam com os homens e talvez por isso fossem numerosissimos. Não havia um único deus, que não tutelasse um centro oracular e não reclamasse para si o mais prestigiado.
O mais antigo santuário que se conhece é o de Zeus, conta a lenda que foi criado por duas pombas pretas. Talvez por isso, as sacerdotizas interpretavam os arrulhos das pombas sagradas e o murmurio das folhas de um carvalho, além do tilintar das vasilhas de bronze pensuradas nos ramos das árvores.
Outro Oráculo de Zeus lia as vísceras dos animais sacrificados, também alguns templos de Apolo faziam isto, mas na grécia os métodos eram em numero similar aos dos templos. Na Ácadia, os sacerdotes obtinham as respostas lançando quatro dados; nos templos do Deus da Medicina Asclépio interpretavam-se os sonhos, enquanto as sacerdotisas de Deméter emitiam oráculos lendo-os num espelho situado no interior de um poço.
Nos dias de hoje, ainda se pode encontrar na cidade grega de Lebadeia, uma gruta a que chamam "O Antro de Trofonios" e onde antigamente se praticava um ritual oracular bastante curioso:
O consultante purificava-se durante um determinado nº de dias, para isso alojava-se num edificio próprio para o efeito, em seguida lavava-se sozinho no rio Ercina e oferecia sacrificios a Trofonios, à Deusa Deménter e outras divindades. O consultante durante este periodo só podia alimentar-se de carne sagrada dos carneiros sacrificados.
No momento de consultar o oráculo, o consultante era conduzido ao rio, onde duas jovens de treze anos o lavavam e ungiam com óleo sagrado. Depois o consultante bebia água da fonte de Letes, cujas propriedades mágicas o ajudavam a esquecer o seu passado e depois bebia água da fonte Mnemósina, para que pudesse recordar o que tinha visto ou ouvido durante a consulta. O consultante vestia uma tunica de linho e entrava na gruta levando um pão de centeio ensopado em mel.
No fundo da gruta encontrava um buraco onde tinha de colocar as pernas. Ao fazer isto, sentia um puxão nos tornozelos e depois recebia uma pancada na nuca e uma voz começava a falar-lhe, onde lhe revelava o futuro e outras coisas.
Quando a voz se extinguia, o consultante era levado e sentado no trono da memória, onde um sacerdote pedia-lhe que repetisse tudo aquilo que ouviu para que pudesse explicar ao consultante o significado dessas palavras.
Segundo reatos do escritor grego Pausânias, o Génio Bom que revelava estas previsões na gruta de Trofonios, tinha a forma de serpente e dava respostas em troca do pão de centeio e do mel.
Felizmente que hoje, o processo de consulta é bem menos violento para o consultante, sendo que a parte do mel até que nem é má de todo :-) Para quem gosta de mel claro, com um chá e umas bolachinhas :-)

 

 

24.05.07

Oráculo de Delfos, parte III. O Declinio


tarotnet

Inicialmente o Oráculo de Delfos pronunciava-se só uma vez por ano, mas com o passar dos séculos e com a enorme percentagem de respostas certas a afluência dos peregrinos era tanta que o Oráculo começou a fazer consultas mensais. Príncipes e guerreiros procuravam o conselho de Apolo e pagavam fortunas por esses conselhos, pois os pronuncios do Oráculo eram verdadeiros e certeiros.

Segundo a tradição, as manifestações da pitonisa eram extremamentes vagas e era função dos sacerdotes interpreta-las. Logicamente que os reis e governamentes aproveitaram-se deste facto e corrumpiam os sacerdotes para influenciar as previsões do oráculo. Os sacerdotes, homens como os restantes, eram facilmente seduzidos pelos favores que os governantes lhes ofereciam (dinheiro, sexo, terrenos, etc).

Com um sistema destes naturalmente que o Oráculo caiu em desgraça e perdeu toda a validade que tinha, quem o geria era corrupto e fazia a gestão do Oráculo apenas para interesse próprio.

Este problema tem sido constante e é um dilema sempre presente nas ciencias esotericas. Quem detém a informação pode pedir o que quiser, muito; pouco ou nada, o mal surge quando os bens materiais são colocados em primeiro plano e tudo o resto é uma farsa.

Como já mencionei noutro poste, tem de existir sempre dois factores para que se verifiquem leituras (neste caso de tarot), o consultante e o que lê o tarot. Ambos devem estar imbuidos de confiança e boa fé. Se a um deles faltar isto, o sistema torna-se viciado e impuro.

O que lê deve-o fazer com total confiança no seu trabalho e total honestidade com o cliente. Presta um serviço para o bem do cliente, para o ajudar. Os pensamentos materiais não devem estar presentes na fase de leituras.

O cliente/consultante deve acreditar no que lê o tarot e só deve recorrer a ele se acreditar e se estiver disposto a ouvir sem preconceitos ou pré-juizos, senão, mais vale nem recorrer ao tarot. No final deve gratificar o que lê o tarot, porque senão usufruiu de um serviço e agora é o cliente que se torna impuro ao não gratificar pelo saber novo que adquiriu.

Já na altura do Oráculo de Delfos existiam outros Oráculos, uns mais visitados que outros. Como hoje em dia, existem muitos tarólogos. A escolha deve ser pessoal e deve ser feita acreditando no método e na pessoa que o faz.

Porque a queda do Oráculo de Delfos é algo que todos os dias se verifica, todos os dias novos charlatões são descobertos, mas todos os dias os bons profissionais continuam a dignificar o seu trabalho e a resistir às tentações dos maus valores da sociedade actual.

22.05.07

Oráculo de Delfos, parte II. A consulta à Pitonisa


tarotnet

Aquilo que se passava em Delfos, despertou o interesse de numerosos autores da antiguidade, como Platão, Diodoro Sículo e Plutarco. Por estes autores, através dos seus textos recuperados, podemos ver os pormenores de como se procedia à consulta do oráculo de Delfos.

O peregrino que desejava consultar a Pitonisa tinha, antes de mais nada, de pagar um cânon aos sacerdotes; em seguida purificava-se nas águas da fonte Castália, enquanto um sacerdote tirava à sorte a ordem de precedência e outro invocava Apolo para saber se havia por bem conceder a resposta.

Depois destes preliminares a Pitonisa tomava um banho ritual na água da fonte Castália, que corria pelo interior do recinto sagrado, depois entrava na gruta de Geia, uma abertura pouco profunda que corria ao longo da parede rochosa. Sentava-se num tripé dourado e mastigava uma folha de louro, enquanto segurava um feixe de cevada numa das mãos. Pouco depois, a mulher enchia-se de fumo sagrado, que é o mesmo que dizer que inalava uns vapores que saiam de uma abertura na rocha da caverna, entrava em transe e começava a pronunciar palavras inarticuladas e palavras em convulsões.

Por sua vez os sacerdotes interpretavam estes sons e comunicavam ao peregrino o julgamento de Apolo.

No próximo post vamos reflectir um pouco sobre este oráculo e vou contar-vos como é que este oráculo caiu em desgraça, só pela descrição da consulta já podem começar a ter uma ideia de como as coisas poderiam correr mal. Mas vão pensando porque em breve irei colocar aqui o desfecho deste oráculo :-)

21.05.07

Oráculo de Delfos


tarotnet

Vamos saber um pouco mais sobre o fantástico Oráculo de Delfos, entre realidade e mito, este oráculo foi  mais importante da civilização grega. No santuário de mármore branco, Apolo falava pela boa da pitonisa e reis e imperadores atendiam aos seus conselhos. Cidadãos de todo o mundo procuravam no oráculo a segurança da sua vida temporal e futura.

Vamos ao mito :-): O deus Zeus engravidou a ninfa Leto, mas a esposa de Zeus, Hera, foi ter com o dragão Píton para lhe pedir que ele perseguisse a ninfa e impedisse que o parto fosse uma realidade (até nos céus as mulheres possuem um feitio....!!!!). Mas Leto refugiou-se na ilha de Delos e deu à luz duas crianças, a deusa Artemisa e o deus Apolo.

Mas apesar de já ter dado à luz, o dragão continuava a perseguir Leto e então, Apolo, com apenas 4 anos, pegou num arco (que foi forjado por Hefestos) e flecha, partindo em busca do dragão e dar descanso à sua mãe.

O Dragão Píton vivia na encosta do monte Parnaso, em Delfos, onde guardava o santuário da sua mãe, Geia, a Terra. Era de lá que Geia emitia os seus oráculos. Apolo encontrou o dragão e matou-o, Geia ficou ofendida e queixou-se a Zeus. Então Zeus encontrou uma solução que agradou a todos: Apolo depois de purificado da morte, iria presidir aos Jogos Píticos, em honra de Píton. E foi assim que Apolo, substituiu a Geia, convertendo-se no patrono de Delfos e deus tutelar do oráculo mais famoso da Grécia.

Esta passagem mitica da Geia para o Apolo, em termos reais verificou-se quando por volta do século IX a.c, as figuras femininas do templo de Delfos foram alteradas do feminino para figuras masculinas. O porquê de isto acontecer não se sabe, mas desde aí que a figura feminina foi substituida pela figura de Apolo. No templo de Delfos imperava uma máxima bastante badalada "Conhece-te a ti mesmo"  e esta máxima foi tema de discussão por muitos séculos :-)

Apesar de Apolo ter substituido a Mãe-Terra, a figura central continuava a ser uma mulher, a pitonisa. Inicialmente uma virgem e depois uma mulher já mais velha, mas continuando a envergar as vestes de virgem.

A Pitonisa respondia às questões que lhe colocavam, doando ao ser humano os luminosos ensinamentos de Apolo, o Deus que mantinha os males afastados dos homens e purificador por excelencia e acima de tudo ajudava cada um a conhecer-se a si próprio.

No próximo post vamos ver o que era necessário fazer para se ter uma consulta no oráculo de Delfos, aposto que não poderiam aceder via internet :-)

21.05.07

A galinha da vizinha é sempre melhor que a minha......


tarotnet

No outro dia no centro comercial tive a oportunidade de assistir a uma conversa deveras interessante. Uma menina pequena falava com a mãe. Faço aqui a transcrição:

- Ó mãe, o pai do chico é que é porreiro. Faz muitos deportos...

- Ai é?!...

- É, o pai do chico é mesmo porreiro, ele anda de bicicleta e desce montanhas e era capaz de descer estas escadas do centro comercial. O pai não faz nada disso mãe....

- Pois não, estou a ver que o pai do chico é mesmo porreiro...

- É muito fixe o pai dele, o pai também podia andar de bicicleta não podia?....

- Diz-me uma coisa, o chico tem mãe?

- Sabes bem que os pais do chico são divorciados, eles não vivem juntos...

- Pois, mas o pai do chico é tão porreiro e não vive com a mãe do chico... Mas tu vives com o teu pai não vives.. E com a tua mãe também?...

- Pois é mãe, o pai também é porreiro....

 

Agora aqui está uma conversa que tem temática para horas e horas de dissertação :-) Mas vamos ficar pelo mais superficial. Sem dúvida que valorizar o que os outros têm de bem é muito bom e é sempre mais fácil verificar aquilo que os outros têm, pois vivemos numa sociedade de aparencias. Os outros aparentam ser alguma coisa, será verdade, será falso???

Tudo não passa de uma imagem que queremos fazer passar para os outros, mas o importante é valorizar aquilo que temos de singular e precioso em nós, Os nossos defeitos e qualidades são únicos, nós somos únicos e devemos sempre ficar contentes por isso.

Antes de olharmos para os outros, vamos dar um pouco mas de atenção a nós :-) Claro que não iria pedir isto a uma criança, mas esta mãe soube de uma forma peculiar chamar esse facto à mente da criança, talvez ela ao crescer vá assimilando outras coisas, mas o importante é que a mensagem foi passada :-)

E já agora aproveitem para ouvir as conversas dos outros nos centros comerciais!!!!!!

 

18.05.07

Um pouquinho de História :-)


tarotnet

No mundo antigo, a predição do futuro atingiu uma importância extraordinária entres os Caldeus e os babilónios (que viveram 4 milénios antes da nossa era). Nas suas escolas de adivinhação, formavam-se profissionais que dispunham de numerosas técnicas que lhes permitiam fazer previsões:

Entre as quais: Leitura dos reflexos de água (Hidromancia); Leituras das entranhas dos animais e do fígado (Hepatoscopia), Observação do céu (Astrologia).

Com os Egipcios verifica-se um aperfeiçoamento das tradições Caldeias, o oráculo do templo de Amom já funcionava 14 séculos antes da nossa era e por ele passaram personalidades como Alexandre Magno, Julio César e o Imperador Augusto.

O mesmo sucedia na China, onde os oráculos funcionam há mais de 5 mil anos, ou na India, onde os adivinhos ainda hoje decidem sobre os dias felizes para se realizar um casamento ou fazer a inauguração de uma loja.

Na Grécia Antiga, a adivinhação estava intimamente relacionada com a religião e atingiu o seu apogeu com os oráculos. O mais famoso era o Oráculo de Delfos, que era pronunciado pela Sibila, uma virgem que comunicava com o Deus Apolo. A Sibila de Delfos, chamava-se Pitonisa, que derivava de Pítio, nome dado  Apolo por ter morto o dragão píton.

Os romanos também herdaram dos gregos a tradição dos oráculos, destacando-se o de Cumas.

14.05.07

Oráculos, Tarot e Cartas de Adivinhação


tarotnet

Ao longo da história, o ser humano procurou encontrar resposta a perguntas muito vitais: O que lhe vai proporcionar sorte? Qual será o seu futuro? Se o seu próprio destino está ou não escrito? Nesta demanda, o ser humano consultou velhos sistemas divinatórios, alguns dos quais o levaram numa longa viagem à introspecção. Esta viagem foi feita através da consulta de oráculos, adivinhos e textos proféticos.

Infelizmente não tenho arte nem engenho para vos conseguir resumir de forma satisfactória todo este percurso do Homem, esta procura por resposta, talvez aos poucos eu vá colocando pequenas informações e esperar que no final se consiga reunir uma quantidade util de informação. Para já vamos apenas abordar superficialmente as Cartas de Adivinhação.

Nelas se inclui o baralho de tarot e todos os oráculos que se baseiam no método de cartas, como bem sabem, existem outros métodos adivinhatórios: Os buzios, as runas, as peças de osso, o sistema I CHING, que agora também existe em cartas mas que originalmente era constituido por duas moedas chinesas.

Cada país e cada cultura encontrou uma forma de expressar-se, curiosamente alguns sistemas parecem repetir-se em muitos deles, nomeadamente a forma encontrada através de cartas para fazer a adivinhação. Mas cada sistema tem uma especificação própria e muito virada para a respectiva cultura que o criou.

Ainda hoje podemos adquirir os oráculos, que são uma espécie de tarot, pois também servem para obter respostas, a diferença está no numero de cartas. Usualmente um oráculo tem apenas 32 cartas enquanto que um baralho de tarot tem 78.

Existem vários oráculos à venda (Cigano, Delfos, Nostradamus, Romantico, Anjos, etc), da mesma forma que existem vários tarot´s à venda, como já referi noutro post.

Nenhum deles é mais fiavel do que o outro, nenhum deles tem uma supremacia em relação ao outro. A questão fundamental está na forma de deitar as cartas e de interpretar. Cada executante é que vai definir o estilo e o sucesso ou não do método.

Alguns questionam se o tarot "x" é melhor que o tarot "y", mas é uma pergunta mal formulada, porque o enfoque não deve estar no tarot e sim no executante (o fulano "x" interpreta melhor que o fulano "y"?).

Não podemos culpar o tarot ou o oráculo, porque eles contêm toda a informação e toda a sabedoria, temos de "culpar" o executante caso ele não tenha a capacidade de obter essa informação do tarot ou oráculo. Nem todos terão essa capacidade, nem todos poderão querer ter essa capacidade, alguns poderão querer e nunca conseguir, alguns poderão querer e conseguirem minimamente e muito poucos nem se esforçarão e conseguem facilmente interpretar.

Em termos de bibliografia, a Editora "Edições 70" tem alguns livros sobre estas matérias, que poderá ser um bom ponto de partida para uma compreensão maior sobre o tarot.

10.05.07

Nova funcionalidade no blog: Som e Webcam


tarotnet

Estamos sempre a evoluir e sempre a tentar melhorar. Pelo menos tenta-se :-) É o meu caso :-) Para tornar a experiencia de tarologia na internet mais palpavel e mais próxima de cada um de vós. Estou prestes a conseguir colocar em prática uma funcionalidade que acho será do agrado de todos: Dentro em breve todos as consultas online terão a particularidade de poderem ser seguidas via webcam e com som. O que quer dizer que poderemos dialogar como se estivessemos presencialmente e também poderão ver quais as cartas que vão seguindo. O sistema será preparado para que em todos os momentos possam ver as cartas e seguir a par e passo toda a tiragem. Não estejam já preocupados, porque estes requisitos não são para os consultantes, isso é opcional. O consultante basta aceder pelo msn messenger e poderá assistir a tudo o que se passa deste lado :-) Não precisam de ter webcam nem nenhum acessório a mais. Mas obviamente que se quiserem falar comigo, necessitam de ter um micro instalado no pc, também não é obrigatório, poderão simplesmente escrever, como se faz agora. Mas caso queiram dialogar e falar, também terão essa possibilidade. Penso que mudar para melhor é sempre uma boa opção e é preferivel terem várias opções e depois optarem por aquela que vos agradar mais :-) Deixo já aqui a informação, apesar do sistema ainda ir demorar uns dias a ser implementado. Mas fica já a notica dada :-)

Pág. 1/2