Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

Tarot na net: a qualquer hora e em qualquer lugar

Com o meu método, pode através da internet fazer uma tiragem de tarot com veracidade e seriedade sem sair de casa. Poderá experienciar o mundo do tarot de uma forma muito positiva: tarot_net@sapo.pt

26.07.08

Ficheiros Esotéricos: Mais um post light :-)


tarotnet

Estou a aproveitar este periodo de mais calor para escrever coisas menos "saturantes" sobre a tarologia, porque também é importante escrever coisas mais ligeiras e mais humoradas, para que a leitura seja também um momento de descontração.

Hoje vou falar um pouco de um vicio que tenho (o que será!!!??) Ehehehehhe. Para vocês será uma coisa totalmente banal mas para mim até resulta como um anti-stress bastante eficaz :-) Eu costumo arranjar formas de descontração bastante originais e lembro-me que nos periodos de teste e exames, naturalmente ficava mais tenso e usualmente acabava o teste primeiro que os meus colegas de escola (no secundário ao contrário da Universidade, não se pode sair da sala mal se termine o exame, temos de ficar até ao final da hora regulamentar) e esse periodo em que terminava o teste e depois tinha que ficar a olhar para o vazio porque ainda faltava muito tempo para acabar o teste eu arranjei uma forma de descontrair muito interessante! E passo a explicar o que é que eu fazia:

Depois de terminado o teste, pegava na folha de rascunho (porque não se podia ter mais nada em cima da carteira, apenas uma caneta, folha de teste, enunciado e folha de rascunho) e começava a escrever palavras da mesma forma que os oriundos da asia costuma dizer, ou seja, geralmente o povo asiatico troca o "L" pelo "R", um exemplo, em vez de dizerem "arroz" costuma pronunciar "alloz" e assim eu passava o resto do exame a escrever dezenas de palavras dessa forma (Poltugal, Fligolifico, Callo, Empleendimento, Estlutula, Ficheilos Esotélicos, Publical, Comentálios, etc).

Eu divertia-me tanto a fazer isto que cheguei a algumas vezes a rir tanto, que os professores eram obrigados a mandar-me calar e a questionar-me sobre o que se passava. Este vicio percorreu a minha carreira académica (desde o secundário até a universidade) e ainda hoje em locais que tenho de esperar, como centros de saude ou consultórios médicos, lá pego eu numa caneta e papel e começo a escrever estas palavras tão engraçadas :-)

Outra coisa que me surgiu agora é sobre a pronuncia de algumas palavras, que parece que por mais que uma pessoa tente corrigir não consegue fazer com que a outra pessoa mude. Uma delas é o tão famoso "Obrigados" que agora povoa os serviços comerciais. A qualquer sitio que se vá, o funcionário lá agradece com um "Obrigados", não existe e nem sem quem deu origem a esta palavra mas a verdade é que ela veio para ficar. Outra palavra também muito usada é o "Espilro" para dizer "Espirro"!!! É espirrar e não "Espilrar" mas até compreendo porque existe para o norte uma mania (e muitas vezes o povo nortenho é gozado devido à sua ruralidade) em trocar o "L" pelo "R", da mesma forma que o povo asiatico troca o "R" pela "L" (talvez seja uma troca cultural!!). Assim é bastante normal uma pessoa de idade no norte dizer "Irda" para chamar uma senhora que se chama "Ilda" ou então dizer "Cardo" para designar "Caldo". Talvez esta forma de pronunciar as palavras esteja na origem do Espilro mas mesmo assim é estranho!

E talvez a que me faz mais confusão é a designação de "Gómito" para indicar "Vómito", é que não percebo mesmo como se pode enganar no vómito, é vómito e mais nada!!! "Gómito" não existe e ponto final!!!!

Agora que escrevo este post estou a recordar-me doutras palavras, eheheheheh!!! Como a célebre palavra "exigir", esta palavra "Exigir" pronuncia-se "Ezigir", a letra "x" fica com a sonoridade "z" mas existem pessoas que em vez de dizer "Ezigir" dizem "Egigir"!!!

E "egigir" não soa a nada!!! Ehehehehhehe.

Espero que este post não vos tenha feito perder a vontade de regressar ao blogue, ehehehhe :-) E continuação de bom fim de semana :-)

Comentar:

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.